Dívidas incobráveis

Por vezes ocorre a situação de existir uma dívida de um condómino que se torna incobrável. Nessas situações, é desejável que essa dívida não apareça mais como um valor previsto a receber.

A maneira mais simples de resolver essa situação passaria por simplesmente anular os avisos em dívida, indicando a razão da anulação, mas essa abordagem tem alguns problemas:

  • Se alguns desses avisos pertencerem a orçamentos anteriores cujas contas já foram apresentadas, a anulação alteraria os saldos desse exercício.
  • Os avisos devem ser anulados individualmente. Se forem muitos avisos, este processo é trabalhoso.
  • Se existir algum aviso pago parcialmente, não pode ser anulado sem ser feita a anulação do respetivo recibo.

Para evitar estas dificuldades, existe outra abordagem, que permitirá a liquidação dessa dívida, e envolve os seguintes passos:

  1. Criar processamento pontual extraordinário de créditos, com o nome "Dívidas incobráveis" (se ainda não existir).
  2. Indicar neste processamento o valor da dívida incobrável.
  3. Emitir um recibo para anular a dívida com o crédito.

Vejamos em mais pormenor como efetuar essas operações:


Emissão do crédito


Um crédito sem movimentação bancária (de agora em diante, chamado simplesmente de "crédito") permite registar um abatimento de dívida.

O primeiro passo para o abatimento da dívida incobrável passa, portanto, pela geração de um crédito.


Pode ver neste link um artigo a explicar as diferenças entre créditos e adiantamentos: https://clientes.improxy.com/index.php?rp=/knowledgebase/116

Para que o valor desse crédito fique bem discriminado nos relatórios, facilitando a sua análise posterior, é aconselhável associá-lo a um processamento extraordinário. Se o condomínio não tiver ainda nenhum processamento associado a dívidas incobráveis, deve executar os seguintes passos:

  • Aceder à opção Lançamentos ➜ Processamentos na barra lateral.
  • Escolher a opção "Efetuar processamento pontual".
  • Um processamento pontual é geralmente associado à geração de avisos, mas pode emitir um processamento de créditos, mudando a opção "Tipo de documento":


  • Defina um valor igual ao da dívida incobrável.
  • De seguida, escolha o tipo "Extraordinário" e defina uma descrição adequada, como "Dívidas incobráveis".


  • Na lista de frações, escolha apenas a fração com a dívida incobrável, para que o valor definido no processamento seja integralmente atribuído a essa fração:


  • Finalmente, clique em para lançar o processamento de crédito.

Se já tiver efetuado algum processamento extraordinário para uma situação semelhante no exercício atual, poderá usar a opção de criação manual de créditos, Lançamentos ➜ Créditos e Adiantamentos, para criar o crédito, devendo associá-lo ao processamento anteriormente criado.

Na lista de pesquisa de processamentos, verá uma entrada para um processamento pontual, que será mostrado com o valor negativo, indicando que se trata de um processamento que lançou créditos, em vez de avisos de cobrança.



A vantagem de se efetuar um processamento extraordinário fica óbvia quando vemos, por exemplo, a análise do exercício 1, em que existe uma linha chamada "Dívidas incobrávbeis", que torna explícito que foi gerado um valor para abater ao valor previsto receber.



Emissão do recibo


A emissão do processamento resolve o problema da dívida incobrável em termos de saldo, mas, para evitar realmente que o valor incobrável continue a aparecer em listagens de valores por liquidar, devemos "retirá-lo" efetivamente das dívidas através de um recebimento.

  • Aceder à opção de emissão de recibos (Lançamentos ➜ Recebimentos).
  • Pesquisar pelo condomínio, fração ou condómino até apresentar a lista de documentos em débito ou crédito.
  • A primeira linha de documentos mostrará o crédito emitido no processamento anterior:


  • Deve selecionar todos os documentos, ou seja, tanto o crédito como todos os avisos incobráveis. O saldo do recebimento será zero.
  • Após guardar o recibo os avisos da dívida incobrável deixarão de estar em dívida.
  • dívidas, créditos
  • 20 Utilizadores acharam útil
Esta resposta foi útil?

Artigos Relacionados

Adicionar pacote de referências Multibanco e/ou Payshop à empresa

Este tutorial em vídeo mostra como atribuir um pacote de referências Multibanco e/ou Payshop à...

Adicionar pacote de referências Multibanco e/ou Payshop ao condomínio

  Este tutorial em vídeo mostra como atribuir um pacote de referências Multibanco e/ou Payshop...

Alertas de seguros individuais no recebimento

    Quando se efetua um recebimento, o Gecond 3 apresenta uma mensagem de alerta se...

Adiantamentos e créditos

    Introdução No Gecond 3 os créditos podem ser interpretados de duas maneiras...

Alterar o titular de avisos de cobrança de quota

    É possível alterar o titular de avisos de cobrança desde que sejam satisfeitas...